Estamos vendo o ocaso de uma estrela?

Como uma pessoa pode suportar e resistir a uma pressão constante e incomensurável sobre sua cabeça? Hoje, ouvindo rádio, rindo de mais uma patacoada dita pela Presidente da República em uma declaração à impressa, busquei confirmação do fato, afinal, há muita brincadeira ou distorção de suas palavras (que por sinal nem sempre são claras) na mídia em geral. Há neste instante um coro muito forte de pedido de impeachment (impugnação) de seu mandato junto à Nação. Motivos muitos são usados para justificarem tal cobrança para com ela como interesses particulares, falta de uma mão forte no comando, desconhecimento dos problemas da Nação (alienação), interesses políticos contrários, política partidária não convincente para a maioria, falcatruas, aconchavos e conluios entre políticos, criação de máquina de desvio de verbas estatais, destruição de patrimônio nacional, programas voltados para ênfase na mídia…

Toda essa enxurrada de problemas quase insolucionáveis para a Nação despencam em primeiro plano sobre a pessoa da Presidente da República. O efeito disso é muito visível nas imagens de Dilma em reportagens nas mídias. Há um desgaste constante e aceleradoa tal ponto que nos últimos dois meses, poder-se-ia dizer que a mesma envelheceu ao menos dez anos nesse curto espaço de tempo. Isso me chamou a atenção pelas fotos que hoje vi dela na internet. Não sou adepto dela e nem de seu partido, nem compartilho das idéias que ela e seus comandados impoem aos brasileiros. Porém, analisando friamente a pessoa de Dilma, independentemente do que ela é ou do que ela está fazendo, vê-se uma pessoa em estado deprimente.

Não entendo nada do assunto, então busquei alguma informação sobre estado de depressão e encontrei um resumo que listo abaixo. Veja você se o quadro lá apresentado não se enquadra no que vê de nossa Presidente hoje. Apesar de tudo, é um ser humano sendo destruído pela máquina invisível do poder.

Quais são os sinais e sintomas da depressão?
A depressão é uma doença que envolve não só a mente ou o cérebro, mas todo o corpo, afetando a forma como uma pessoa come, dorme, como se sente a si mesma, e como pensa sobre as coisas.
Não é um estado de espírito transitório, não é normal, e não é nem um sinal de fraqueza pessoal nem uma condição da qual se possa sair sozinho. Não é possível ficar-se melhor apenas pela força de vontade, até porque esta fica francamente diminuída na depressão.
A depressão é muito mais do que angústia ou sofrimento normal: é uma doença que envolve sinais e sintomas que irão durar semanas, meses ou anos se não for diagnosticada e adequadamente tratada.

Os sinais e sintomas de depressão mais comuns são:
• humor persistentemente triste, ansioso, irritável, de ‘vazio’ ou tédio;
• perda de interesse em atividades que antes eram desejadas e sentidas como agradáveis, incluindo as relações sexuais;
• cansaço fácil, baixo nível de energia, uma sensação de desvitalização;
• perda de apetite (com perda de peso) ou comer demais (com ganho de peso);
• alterações do sono e insónia, despertar precoce ou hipersonia (dormir demais);
• perda da expressão emocional (embotamento);
• sentimentos de desesperança, pessimismo, culpa, inutilidade, ou desamparo;
• isolamento social;
• dificuldade de concentração, de memória, ou na tomada de decisões;
• agitação ou lentificação marcadas;
• problemas físicos persistentes como dores de cabeça persistentes, queixas digestivas, etc;
• dor que não responde ao tratamento;
• pensamentos sobre a morte, ideias de suicídio, tentativas de suicídio ou auto-agressão.

Fonte: iFight Depression

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: