Ainda na gigantesca ressaca de sua “vitória” – continuação

Mas aquela centelhazinha ruim que foi criada em nossa mais tenra idade, cresceu tanto quanto a gente e não tem a menor chance de ser apagada. Nasceu com a gente e morrerá com a gente. Imagine isso em mais de duzentos milhões de brasileiros, em graus diferentes porque as oportunidades foram diferentes, dê uma oportunidade a qualquer um deles e veja o quão é possível, o quanto leal ele pode ser com alguma coisa.

Poder-se-ia dizer que isso não é genérico no Brasil, e eu tenho esperança de que realmente não o seja, não acredito, sinceramente, não acredito, mas tenho esperança que não seja genérica essa ideia. Morro de esperança de que em algumas pessoas essa centelha tenha sido morta ou tenha sido sufocada na sua educação e não apenas esteja adormecida por falta de oportunidade que valesse a pena. Por que se assim não for, nós não teremos conserto. Tiraremos uns, poremos outros e as coisas vão continuar como estão. Há um ditado que diz que “Trocam-se as peles, mas o lobo continua o mesmo” é mais ou menos isso o que ocorre no Brasil.

gigante-acordou_oQuando éramos um povo desamparado, um povo trabalhador e inculto onde uma minoria nos dominava, alguém iluminado criou e começou a dar poder ao povo, começou a criar leis que facilitavam um pouco a vida desse povo, que deram um pouco de oportunidades a eles. E quando esse povo trabalhador começou a sentir os benefícios das leis o amparando, alguns deles se rebelaram, alguns deles começaram a sentir, a comprar o que tinham com o que os outros tinham, começaram então a criar atritos, criar manifestações de desagravos, manifestações de insatisfação. Essa situação levou a uma brecha no País dando entrada a ideias políticas totalmente desconhecidas ao povo. Essas políticas não eram bem aceitas na época por muitos motivos, então os poder de força do País, os militares, tomaram o governo para poder dar uma parada, um período de reciclagem de pensamentos nas cabeças mandantes.

Após um determinado tempo, liberaram novamente o País. A esperança do povo cresceu porque estava amargurado novamente com a situação do governo, do regime militar. Aí, se abriu tudo, liberou-se tudo, com todos os poderes e direitos a todas as pessoas e elas não estavam preparadas para isso, novamente as coisas começaram a não darem certas. Novamente já não reclamavam muito mais, os que reclamavam, faziam acordos obscuros, acordos ocultos contra suas próprias classes sociais e esses grupos foram-se tornando fortes, e fortes, e fortes… A cada vez mais se infiltrando em todos os nichos da sociedade, em todos os sistemas do País, em todos os âmbitos, em todos os meios existiam essas pessoas, e estamos a onde estamos. Um País totalmente corrompido em todos os ambientes, aonde se mexe, há corrupção, nas igrejas, na sociedade de um modo geral, nas empresas, nos governos municipais, estaduais, federal. Nós estamos contaminados e essa contaminação é oriunda daquela pequena centelha lá atrás que se desenvolveu muito rápido que nós mesmos.

E o pior, nunca foi interesse de ninguém a mudança dessas coisas, nunca desejamos mudar nada. E agora que a situação está ruim, que a situação chegou a seu extremo, nós não temos como mudar, nós não nos preparamos para isso, nós não sabemos como mudar isso tudo.

Esse “Gigante” nunca vai acordar, espero estar muito errado.

#Disse
Carlos Leonardo

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: