Com desistentes, taxa de desemprego no Brasil seria quase o dobro da atual

Como citado na reportagem abaixo, existem muitos motivos para desistência de se procurar um emprego nas cidades grandes. Os altos custos de deslocar e alimentar-se nos grandes centros inviabilizam a busca de empregos de baixa remuneração, às vezes é muito mais compensador se manter em casa fazendo pequenos “bicos” próximos à moradia do que se aventurar a trabalhar no centro da cidade. fora1Este é apenas um dos motivos que com que a taxa de desemprego esteja em padrões aceitáveis para o País, quando se diz que esses índices são manipulados não refletem diretamente a verdade, eles apenas não consideram vários fatores em relação ao emprego. Não analisam o crescente surgimento de profissões informais, os contratos de serviços sob regime de profissionais autônomos, a desistência de trabalhadores ainda em idade produtiva, porém com idade avançada para o mercado. É pura “conversa fiada” a estória que o mercado busca profissionais “seniors” por sua experiência, são raríssimos os casos de recém-admitidos.
Infelizmente, os números estatísticos e econômicos brasileiros não refletem em nada a realidade do País. Os brasileiros desconhecem e o mundo não crê no que é divulgado, somente os políticos que utilizam-se deles para ilustrar necessidades e até realizações fantásticas ao “bel prazer”. Lamentável, isso é Brasil!

#Disse
Carlos Leonardo

Fonte: Folha de São Paulo

#CONVITEAPROSA
Você crê nos números apresentados?

 

fora

 

Dê sua opinião

Publicado originalmente no blog “Divagando a Notícia” em 09/01/2015.

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: