Repasse de verbas a entidades sociais

greve1Certamente haverá aqui nesta postagem uma quantidade grande de posicionamentos contrários a o que vou aqui expor. Elas refletem minhas ideias, estão desprovidas de quaisquer provas, expõe apenas supostas situações que pessoalmente acho que realmente acontecem.

Por força de lei, um expressivo montante de verba arrecadada diretamente pelo governo como item de desconto no contra cheques de empregados. É um valor enorme arrecadado e deveria estar sendo revertido em benefícios às classes arrecadadoras pelos ditos sindicatos classistas, que os recebem do Governo Federal. Essas entidades chamados sindicados são pessoas jurídicas criadas com o fim específico de auxilio e suporte à classe trabalhadora que ele diz representar. greve2Por ser uma entidade prestadora de serviços sociais, ela não sofre tributações e é isenta de fiscalização (atente-se a isso, não há órgão superior que audite seus gastos, com exceção se por determinação judicial superior) e sob os olhos com cataratas do Governo Federal, arrecadam também, diretamente nos contra cheques dos afiliados, um valor a título de contribuição pessoal para cobrir despesas de manutenção.

greve3Acontece que, juntando-se a verba repassada pelo Governo e o montante expressivo de valores arrecadados entre seus associados, torna-se uma vultosa soma de dinheiro à disposição de sindicalistas ativistas que não têm de demonstrar a ninguém a destinação desses valores disponibilizados. Para disfarçar, pequenos benefícios como disponibilizar dentista, laboratório de pequenos atendimentos médicos, clubes sociais são oferecidos aos associados e não à classe que é representado pelo dito sindicato. Acontece que o Governo repassa valores pelo total da classe e não pelo total de associados, consegue imaginar o lucrativo negócio? E esse atendimento e destinação não são inspecionados por ninguém do governo.

greve4Pior que isso é os repasses de verba por parte do Governo federal para atendimento a entidades de fins reivindicatórios de direitos sociais, criados pelo próprio sistema político até então no poder, são esses grupelhos que só geram desordens sociais, agressividades à população, transtornos no dia a dia das cidades e estradas. Entraram anos e saíram anos, nesta última década e pouco mais e não se viu saciada a volúpia reivindicatória desse povo. Sem razão necessária, ele saem às ruas e estradas distribuindo gratuitamente suas malas de maldades e destruição, sob gritos de ordem, sei lá contra o quê. Poder-se ia dizer: “É o Governo financiando balbúrdia contra seus próprios cidadãos”.

#Disse
Carlos Leonardo.

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: