A ilusão de uma vingança mortal

mortal1Estava lendo uma reportagem que está alta na mídia, ela relata a ação de um psicopata que atira, esfaqueia e mata uma política britânica, por prováveis razões políticas. Para quem acompanha as conversas nas mídias sociais, especialmente o Facebook, é inevitável se traçar um paralelo deste fato ocorrido com o nível de conversação entre as pessoas sobre política no Brasil.

mortal2Talvez pudéssemos dizer que por sorte, tal fato ainda não ocorreu por aqui, tal o nível de agressividade e raiva incutida nas conversações que acompanhamos. O nível de rejeição e de posicionamento defensivo em relação aos ataques, sem qualquer respeito à outra pessoa, é um fator que pode desencadear ideias de vingança e é o que está acontecendo em grande escala nessas conversas. Ameaças abertas com alusão à morte de expoentes políticos contrários estão se tornando cada vez mais constantes entre os internautas que se posicionam.

mortal3Esse expediente muito mais que degradante ao ser humano, é com certeza um risco muito grande de possíveis catástrofes, de reais atentados à vida e de envolvimento de terceiros incautos. Promessas e ameaças feitas através de simples comentários nas mídias podem à medida que o tempo passa serem agregadas de mais e mais adeptos da ideia, dando a transformação de uma situação de ameaça à realização efetiva do ato. Essa passagem é algo tão ínfimo que, quando se vê, quando se cai em si, já está na execução do ato, sem retorno.

mortal4Esse quadro está há muito desenhado no Brasil, felizmente, ainda não passa de simples ameaça, de posicionamento de grupos de opiniões políticas. Esperamos que continuem assim, não temos tradição ideológica e nem políticos que justifiquem tomadas de decisões radicais por parte da população, algo que certamente iríamos sofrer no futuro por termos tido atitudes inconvenientes, drásticas e sem qualquer razão. Paremos para pensar nisso…

 

 

#Disse
Carlos Leonardo

 

 

Fonte: Terra

Base de incentivo ao comentário:
Morte aos traidores”, diz agressor de deputada britânica

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: