Sem querer, o primeiro grande filtro político está instalado

pref1Parece obra do destino o que está acontecendo no Brasil de agora. Depois do descobrimento de tantos problemas político-administrativos na Nação nesses últimos tempos, o povo passou a clamar por uma filtragem nas eleições dos famosos políticos profissionais. A principal característica desses políticos é o alto custo em seus movimentos, quer para se promover, quer para executar algo.

E é exatamente nesse ponto nevrálgico que pegou a situação financeira do País, complicado também com as alterações que foram inseridas nas leis das campanhas políticas. Cresce a cada dia que passa a quantidade de políticos que estão desistindo da disputa por Prefeituras Municipais pelo interior do País. É sabida as grandes dificuldades inerentes a esse cargo e parecem que estes políticos não estão dispostos a se exporem perante a população e até à Justiça na gerência de tão parcos recursos.

pref2Isso parece ser muito bom uma vez que, a administração a ser executada pelo candidato vencedor será enxuta, sem possibilidade de qualquer falcatrua que não possa ser detectada, os recursos que lhe chegar às mãos deverá ter destino a necessidades da cidade e não a construções faraônicas com intuito exclusivo de marcar seu poder e presença em destaque junto à população. A grande vantagem que vemos é a exclusão de políticos paraquedistas em busca de sucesso próprio e nem um pouco de preocupação para com seus concidadãos.

Devemos nos animar com essa sinalização que os políticos estão deixando transparecer à nossos olhos, e agora muito mais ainda, devemos apertar os mandatários da Nação para que medidas mais extremas sejam tomadas na direção de filtragem das qualificações dos candidatos à todos os cargos eletivos do País.
Vamo-nos mexer, é hora, Brasil!

#Disse
Carlos Leonardo

 

 

 

Tema base em análise:
Crises financeira e política levam prefeitos a desistirem da reeleiçãoJoão Pedro Pitombo

 

 

Fonte:  Folha de São Paulo

 


 

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: