Essa onda de “mimimis” está insuportável

crying1Temos que admitir que nunca estejamos cem por cento contentes com o que somos, com o que apresentamos ao mundo. Temos a mania de querer mudar tudo. Ao atendimento da moda, da higiene, de se apresentar saudável, extirpamos irregularidades em nosso corpo, cirurgias corretivas e estéticas são feitas aos montes, depilamos, pintamos os pelos corporais, fazemos o “diabo conosco”.

Tudo isso vem de há muito na história do ser humano, inserções e alterações corporais, às vezes que nos são repulsivas, tribais, são muito normais para outras culturas. Cada um faz o que quer com seus corpos e ninguém tem o direito de se opor, ridicularizar ou discriminar o ser diferenciado de nossa concepção de normalidade.

Mas o que devemos sempre levar em consideração é que o mesmo direito de uso dos desconexos com essa concepção de normalidade é a de recusa por parte dos contrários. E isso não dá direito algum para que grupos antagônicos à pretensa normalidade gerem protestos e atos que possam vir a agredir o outro lado.

Etnia
crying2Um dos problemas maiores da sociedade como um todo é fator cor do ser humano, nada, mas nada mesmo justifica qualquer ato por parte de grupos étnicos diferentes. Não podem ser considerados reflexos de passados históricos recheadas de agressões a diferentes etnias para explicar atos hostis hoje, para ambos os lados. Os acontecimentos por mais agressivos e desumanos que possam ser, pertencem à história e só servem como um espelho para que não incorramos novamente no mesmo erro e nunca como justificativa para um novo hoje em dia.

Sexualidade
Também nossas opções sexuais são nossas e só nossas, entre quatro paredes, o problema é de cada um. Não é aceitável que se oponham aos desejos sexuais de cada ser, da mesma maneira que se imponham condições análogas a pessoas não inteiradas à opção escolhida. O que está errado nestes dias é o constante incentivo a crianças em formação a tomarem conhecimento de opções contrárias à sua composição física. Não que ela seja obrigada a seguir a natureza, porém ela e somente ela poderá fazer isso quando tiver a certeza do que quer para si.

crying3Feminismo
É sabido que mulheres sofreram muito segundo relatos históricos através dos tempos. É louvável o esforço desprendido por suas conquistas, ainda hoje são diferenciadas por mais que não se admita. Há que se continuar e continuar com a luta pela igualdade de direitos, não é justo que a sociedade imponha condições e castigos pelo simples fato de serem mulheres. Mas exageros e medidas nada sociáveis em manifestações e atos públicos, não podem de forma alguma ser aceitas pela sociedade, isso inclui também as mulheres não integradas aos manifestantes.

Estamos nos tornando um País de criancinhas adultas, que só sabem reclamar e choramingar por direitos não atendidos e aceitos pela sociedade, esquecemos de que direitos existem e são de todos, a verdade que nos conforta pode não ser a verdade de seu próximo. E ele tem tanto direito quanto você em reclamar e choramingar por você não atendê-lo.
Pensemos bem sobre isso.

#Disse
Carlos Leonardo ٨٧

 


Leia também os artigos correlacionados:


 

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: