Nem tanto vítima, nem tanto agressor

radar1O que dizer numa situação dessas? Só para variar, estamos presos a um confronto de ideias, que ao mesmo tempo são contraditórias e desvirtuadas. Podemos considerar uma aplicação real do velho ditado “quem nasceu primeiro – o ovo ou galinha”. Não há como defender ideias quando somos informados e aprendemos que ultrapassar velocidades máximas, é infração de trânsito, muito menos é possível defender atos repreensivos com aplicações sob malandragens e má fé.

radar2Reclamamos veementemente contra a forma de como empresas autorizadas e até a própria polícia militar se utilizam para a aplicação de multas aos incautos motoristas. É muito comum a gente se deparar com radares ocultos atrás de árvores, atrás de moitas de matos nas estradas, logo após as curvas mais fechadas. Nas cidades a situação é ainda pior, radares são colocados logo após a existência de outros radares fixos e identificáveis, em pontes, em guard-rails ou qualquer outro obstáculo que possa esconder uma câmera.

radar3Por outro lado, motoristas fazem questão absoluta de burlar leis específicas de trânsito, excesso de velocidades, o uso de telefone celular enquanto dirige, bebidas, desleixo com o veículo. Se somos multados, raramente cabe-nos defesa usando a má fé dos policiais ou das empresas de multa, estamos infringindo leis. radar4Independentemente dos métodos aplicados, sabemos e temos consciência do ato a que infringimos, utilizamos a velha mania de culpar terceiros por problemas que nos afligem, com a clara intenção de diminuir nossa culpabilidade.

Podemos então concluir que há uma clara intenção arrecadatória e sem nenhuma preocupação educacional por parte das autoridades de trânsito e também há uma afirmação de que não estamos nem um pouco preocupados com a segurança do trânsito, com a proteção de vidas de outras pessoas. Não há seriedade em quase nada no Brasil, inconscientemente, instalou-se nas mentes brasileiras a malandragem extremada. Enquanto não houver um acordo nacional pela moral, educação e respeito mútuo, nada será consertado nessa baderna em que vivemos.

#Disse
Carlos Leonardo ˄˅

Artigo base da análise
Motoristas reclamam de radares escondidos na Anhanguera

Fonte: jovempan.uol.com.br/noticias

 


============ DEIXE ABAIXO, SUA OPINIÃO SOBRE O ASSUNTO ============

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: