Ainda bem que é educacional, não é?

farois1Ah, a Pátria Educadora em todos os sentidos! Como é bom saber que somos um povo altamente culto após anos e anos de ensinamentos ministrados por muitos organismos educacionais no Brasil, principalmente os organismos de educação e administração de trânsito. Você pode ver como nosso trânsito é pacífico, tranquilo e organizado, podemos dizer que tudo isso é fruto de tamanha disposição educacional a somos submetidos.

farois2É por isso que não se vê mais carrões divididos em quatro por uma pancada em poste lá três da manhã, é por isso que não se vê mais potentes carros invadindo pontos de ônibus lotado de passageiros em espera, pedaços de corpos atirados ao ar, seres arrastados asfalto afora, nada disso mais se vê, ainda bem. Fruto de tanta disposição em educar a população que esses mandatários do País têm. Somos uns ingratos privilegiados, não somos?

farois3E agora com esse incentivo ainda maior que está por vir, este País ficará ainda mais calmo, mais educado nos modos de dirigir, o respeito será visível, sim… Mais visível pelas centenas de pardais sentadinhos em postes a cada cem metros nos logradouros públicos. Mais visível pelos amarelinhos que se fundem com as cores dos postes em que estão encostadinhos, só à sua espera.

farois4Para coroar com louros o esforço governamental em educar o motorista que por ventura ainda se ache livre das “educações” dadas de graça pelo poder mandatório, há a tal obrigatoriedade de se andar, de dia com faróis acesos. Não é um espanto que tanta criatividade educacional aflore de cabeças tão pensantes de nossos administradores? Vejamos bem, nunca paramos para pensar que um farol aceso à luz do dia, possa salvar tantas vidas, evitar tantos acidentes rodoviários, não é? Ou é para despertar radares sonolentos?

#Disse
Carlos Leonardo ˄˅

Artigo base da análise
Multas de trânsito vão ficar mais caras a partir de novembro Último Segundo
Multas de trânsito ficarão mais caras em 1º de novembroG1.globo.com

Leia também os artigos correlacionados:

 


Veja o que mudará nos valores de multas a partir de 1º de novembro:
Infração leve
– De R$ 53,20 para R$ 88,38 (aumento de 66%)
Exemplos: parar sobre a faixa de pedestres ou calçada, usar a buzina em local ou horário proibidos pela sinalização.
Infração média 
– De R$ 85,13 para R$ 130,16 (aumento de 52%)
Exemplos: transitar em horário ou local proibidos (o “rodízio” em São Paulo, por exemplo), dirigir com o braço para fora, farol ou lanterna queimados.
Infração grave 
– De R$ 127,69 para R$ 195,23 (aumento de 52%)
Exemplos: estacionar sobre faixa de pedestres ou ciclovia, não dar seta, conduzir o veículo em mau estado de conservação (pneu careca, por exemplo).
Infração gravíssima 
– De R$ 191,54 para R$ 293,47 (aumento de 53%)
Exemplos: falar ou manusear celular ao volante, estacionar em vagas reservadas para deficientes e idosos, dirigir sem carteira de habilitação, disputar racha, forçar a ultrapassagem em estradas e recusar fazer o teste do bafômetro.

Recusa ao bafômetro
Quando a mudança entrar em vigor, as multas mais pesadas, que são as infrações gravíssimas com multiplicador de 10 vezes, passam a ser de R$ 2.934,70.
Este é o valor previsto para quem é pego disputando racha ou forçando a ultrapassagem em estradas, por exemplo.
Também poderá pagar o valor máximo quem se recusar a fazer teste de bafômetro, exame clínico ou perícia para verificar presença de álcool ou drogas no corpo.
Neste caso, se ele for reincidente em menos de 1 ano, a multa será dobrada, chegando a R$ 5.869,40.


============ DEIXE ABAIXO, SUA OPINIÃO SOBRE O ASSUNTO ============

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: