Não se esquecendo jamais de nossos umbigos

abandono1Sou muito fã dos comentários e posicionamentos de Caio Blinder, um dos âncoras do programa “Manhattan Connection” e Manager do Instituto Blinder & Blainder de pesquisas (não resisti, sorry) e hoje logo cedo, ouvindo seu aporte de comentário junto ao Jornal da Manhã da Rádio Jovem Pan, ele comentava sobre os acontecimentos trágicos que estão ocorrendo na Venezuela. Dava ênfase em seu comentário aos incontáveis problemas que o povo venezuelano vem sofrendo com os resultados da ditadura chavista gerida por seu expoente maior o Sr. Nicolás Maduro. Salientava ainda a foto que surgiu na mídia a semana passada de um berçário, onde os bebês estavam deitados em caixas de papelão por não haver leitos à disposição.

abandono2Um belo e real comentário esse apresentado por Caio, que poderíamos traçar um paralelo com a situação brasileira, que, se não se igualou à realidade venezuelana porque tivemos a oportunidade e o poder de abortar esse processo que já se encontrava instalado no Brasil. Ainda sofremos com os resultados desses atos iniciais que fizeram o brasileiro se preocupar e tomar posição saindo às ruas numa massa pacífica e apolítica, protestando contra os organizadores e gestores da instalação do programa do “Foro de São Paulo”.

Não pior que os berçários venezuelanos, são nossas filas de espera por leitos e exames médicos iniciais e de prontuários nos hospitais públicos pelo Brasil afora. Uma realidade que os políticos que deviam tomar providências urgentes, desconhecem. Até porque os ecos da plebe não chegam até seus divinos ouvidos, pois deuses vivem em outra esfera. Até porque quando esses deuses descem ao chão e politicamente vão visitar alguns hospitais específicos, estes são repintados, reajeitados, são eliminadas as filas como que por milagre, de uma hora para outra e por pouco tempo. Temos o hábito de mascarar situações em detrimento das necessidades, mas a favor de se mostrar competente, isso a qualquer um, qualquer político. Há interesses por trás disso.

#Disse

Carlos Leonardo ˄˅

 

Base da ideia
A MORTE NA E DA VENEZUELACaio Blinder – Instituto Blinder & Blainder

Fonte:   Caio Blinder

 

 


============ DEIXE ABAIXO, SUA OPINIÃO SOBRE O ASSUNTO ============

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: