A drástica mudança

oldies1O Brasil que conhecemos, não existe mais, morreu, mas o novo ainda não nasceu… Essa foi a frase que ouvi em um comentário radiofônico ontem de manhã. Fiquei com ela na cabeça durante o dia pensando, pensando e acredito que o comentarista tinha total razão, tudo aquilo que vivenciamos não existe mais. O mundo evoluiu e não acompanhamos na sua totalidade, uns se adaptaram mais que os outros aos novos tempos, outros ficaram estacionados lá atrás vivendo e revivendo antigas fotografias que representava-lhes a história de sua vida.

oldies2.jpgGerações vêm, gerações se vão e essa contagem cíclica de tempo trás novos modos de viver, de se conviver com os outros, com os problemas do dia-a-dia. Vamos nos envolvendo com os acontecimentos que nos atropelam a cada dia vivido, e quando nos detemos para pensar, estamos velhos, sem forças suficientes para encararmos o tempo inexorável que nos empurra para as cadeiras, paras as bengalas enquanto vemos as novas gerações se explodindo em realizações inimagináveis à nós velhos.

oldies3Tudo aquilo que para nós representavam ideologias, religiosidade, patriotismo, respeito, honra e hombridade, tornam-se desvirtuados a nossos olhos, ao nosso modo de pensar. Nos descobrimos quadrados, fora de moda e desatualizados, por mais que nos esforcemos, não conseguimos mais acompanhar o novo ritmo da engrenagem da vida. A única vantagem que levamos é experiência acumulada deoldies4 anos e com ela ainda conseguimos prever alguns problemas que podem acontecer por atos impensados dos incautos jovens ativos.

Mas o novo ainda está sendo construído; as revoluções que esses jovens estão criando na sociedade, são apenas mudanças futuras, para seus filhos que herdarão um mundo completamente diferente do hoje conhecemos, mas nós certamente não veremos isso acontecer. Mudanças drásticas custam a vida de gerações, mas quando realmente nascem, são outra realidade, outras verdades, outros meios, outros modos…

#Disse
Carlos Leonardo ˄˅


============ DEIXE ABAIXO, SUA OPINIÃO SOBRE O ASSUNTO ============

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: