Isto tem preço, alguém tem de pagar

Lendo a chamada abaixo citada cujo assunto foi tema de uma reportagem do portal UOL, a gente fica com uma sensação de repúdio aos atos tomados por esse pessoal invasor. estudant1Não sei se minha família era de outro planeta ou viemos juntos com o Super Homem, de Krypton, mas fui educado para defender meus direitos e a lutar por eles, mas também fui educado para nunca infringir o direito dos outros, isto é, nunca lesar outros para atingir meus objetivos.

estudant2Quero acreditar que uma boa parcela de pessoas, mais provavelmente, de minha faixa etária ou próxima dela, tenha comportamento semelhante ao meu, às minhas ideias. Mas decepcionantemente, pessoas às vezes próximas a você, nos surpreendem ao passar por cima dos conceitos de direitos pessoais, para defender o que está ocorrendo, à idiossincrasia de um grupelho de acéfalos orientados a objetivos comuns de uma classe política única.

estudant3E essa falta de respeito aos direitos individuais de cada um gera perdas e atrasos nas programações e preparações de estudantes e pais de alunos. A compensação dessas perdas são arcadas pelo já combalido governo federal e consequentemente à população em geral. Como esses estudantes impedidos de fazerem suas provas, e não foram poucos Brasil afora, não podem ter seus direitos cerceados, o governo se vê na obrigação de fazer as provas em novas datas.

estudant4Isto gera altíssimos custos em estruturas e logísticas de realocação desses estudantes para novos locais de prova, reprocessamento de testes de provas, as análises de pareamento igualitário entre estas e as provas já aplicadas, e por aí vai o problema. O que está inconsistente com tudo isso é o ressarcimento desses custos monetários ou não, por parte das entidades e seus irresponsáveis organizadores. Não se justificam as ações tomadas por essa classe de brasileiros, desvirtuados dos interesses de sociabilidade do povo e da paz. O governo federal e as autoridades competentes para o caso, devem por obrigação e também respeito aos brasileiros, responsabilizar pecuniária e privação de liberdade, caso necessário, aos incitadores dessa balbúrdia toda, que escondem interesses veladamente políticos, nos lemas irreais que apresentam ao público.

#Disse
Carlos Leonardo ˄˅

Artigo base da análise
Enem 2016 é adiado em 364 locais de prova; mudança atinge 240 mil alunos

Fonte:   uol.com.br

 

 


============ DEIXE ABAIXO, SUA OPINIÃO SOBRE O ASSUNTO ============

 

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: