Salas de shoots

Por mais simples que possa ser nossa vida ou por mais acidentada e cheia de percalços, nada se compara à que levam algumas pessoas. Ocultas por um manto quase invisível à sociedade milhares de seres humanos vivem em precárias condições físicas, de respeitabilidade e em constante depressão, nos submundos das cidades.

Corajosos colaboradores gratuitos dão suporte ao bom andamento da assistência a esses pobres desvalidos, não são reconhecidos e nem querem que isso ocorra, mas estão constantemente ali. Países escondem o máximo que podem esses infelizes ajudantes e ajudados porque sua estatística seria degradante a eles, ao contrário do que ocorre no Brasil que buscamos mostrar nossas misérias ao mundo, como se quiséssemos despertar pena de países mais ricos.

Pouco se sabe da maneira como países evoluídos processam seus problemas internos de relacionamentos pessoais e quando se depara com uma explicação dessas a primeira reação é de repúdio, mas depois começamos a aceitar como uma saída honrosa para um problema real, existente e sem possibilidades de diminuição ou eliminação. O problema de dependência química, uma espécie de câncer mundial somado aos desencontros acumulados de irrealizações sociais, levam pessoas a situações degradantes e elas têm um mínimo de necessidade de apoio da sociedade, por mais recôndita que seja.

Mas para que existam esses centros de apoio principalmente aos viciados, há necessidade de uma organização político-social muito superior ao nosso melhor possível. Não teríamos em hipótese alguma condições de tentarmos criar centros de apoio dessa monta e necessidades, por causa de nossa constante desorganização e tendência ao sensacionalismo irracional incitado e apoiado por nosso sistema de mídia.
Veja como fazem países evoluídos, lendo a reportagem abaixo. Imagine se seria possível isso aqui no Brasil.

#Disse
Carlos Leonardo ˄˅

Artigo base do comentário
As salas onde dependentes são livres para tomar as drogas que quiserem

Fonte:   G1.globo.com

 

 

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: