Como diria um antigo macaco: “Só queria entender”

Interessante como a gente não se dá conta de como são impostas “goela” abaixo algumas coisas inexplicáveis em nosso dia a dia. Li uma reportagem sobre o ressarcimento de cobranças indevidas nas contas de luz e então pensei comigo, sempre paguei e nunca atentei a o que venho pagando todos estes anos. E aí vi uma continha interessante e intrigante ao mesmo tempo:

  • Consumo Uso Sistema [KWh]-TUSD          434       0,16786000 => 72,84
  • Consumo Bandeira Verde – TE                   434       0,24324000 => 105,55
  • PIS/PASEP 1,24% => 3,25
  • COFINS 5,75% => 15,08
  • ICMS => 65,58

Aí baixa a mania adormecida de um velho economista, puxa a velha HP 12C e lá vamos nós para as continhas. Descobri que gastei quatrocentos e trinta e quatro quilowatts/hora que custam quase dois centavos a hora. Por esse consumo paguei setenta e dois reais e oitenta e quatro centavos, é justo? Não sei. As coisas começam a ficarem interessantes quando pagamos embutido nessa conta, a fatídicaBandeira”, que nunca mais será branca, isto é, zero. Neste mês especificamente, ela é “VERDE”, que deveria ser chamada de “Vermelha” em alusão aos motivadores de sua existência e ela só me custará somente mais ou menos cento e cinquenta por cento do valor consumido. Isso eu particularmente já considero a maior injustiça desses governos anteriores, afinal foram eles os maus gestores administrativos do sistema e seus desviadores de recursos. Mas o povo aceitou pacificamente a pagar pela incompetência de seus governantes, vamos lá…

PIS/PASEP e COFINS
(A base de cálculo é a receita operacional bruta da pessoa jurídica, sem deduções em relação a custos, despesas e encargos. Nesse regime, as alíquotas da Contribuição para o PIS/PASEP e da COFINS são, respectivamente, de 0,65% e de 3%.)
A pergunta que fica é: – “Se é encargo de Pessoa Jurídica, por eu devo pagar”? Não sou proprietário e nem sócio da empresa.

ICMS
Aqui a encrenca é maior ainda. Veja só a confusão em nos encontramos:
Busquei a definição do que era a empresa e olhe, descobri que a AES Eletropaulo é uma indústria de potência elétrica. Bem, se ela é uma indústria, ela produz algo e se ela produz, o imposto devido é o IPI e não ICMS, ou estou ficando maluco? Então ela não nos cobra IPI porque não tem algo palpável a nos entregar, se não existe algo palpável, então ela nos presta serviços e se ela faz isso, ela não é indústria produtora, ela é Prestadora de Serviços, ou não isso?

#Disse
Carlos Leonardo ٨٧

Para você, um “Convite à Prosa…
“Que acha dessa bagunça?”


 

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: