Inacessível, porém de muita esperança

Resta-nos, simples e pobres mortais, a esperança de que um dia esses avanços tecnológicos a serviço da saúde, chegue até nós. Uma promessa, ainda uma promessa proteção aos idosos, não há detalhamento do método a ser aplicado, a utilização desses sensores realmente podem auxiliar em muito na prevenção dos constantes e complicativos tombos dos anciãos.

Não se diz como, mas é possível que deva ser de uso constante, um monitoramento constante com aquelas incômodas ventosas e seus cabos pendurados, que dá-nos a impressão e sensação de sermos um poste com seus fios pendurados. Não consigo ainda visualizar uma aplicação prática, sem eles, e se assim for, fica difícil avaliar o custo benefício do incômodo. Acredito que muitas versões desse sistema deverão ocorrer para que se chegue à possibilidade de produção em larga escala.

Outro fator excludente muito provavelmente será o preço de aquisição, equipamentos simples, mas com tecnologia avançada deverá ser o escopo desse avanço. Dificilmente a sua utilização estará a níveis de população de baixa renda, ainda mais num país como o nosso, onde o sistema de saúde é parco, onde a própria educação do povo é simplista e atrasada. Quem sabe um dia chegaremos lá…

#Disse
Carlos Leonardo ٨٧

Reportagem base na opinião:
Sensores podem prever queda de idosos com antecedência
Fonte: Globo

Para você, um “Convite à Prosa…
“Você acha que isso é para nós?”

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: