Que houve Excelência? Outra rata?

Está-se criando uma maldição na cadeira da Corte ou a equipe do teleponto do Senhor Presidente da República está falhando cada vez mais? Nos dois últimos governos anteriores, era muito comum acontecerem ratas após ratas em seus pronunciamentos, por desconhecimento aprofundado do tema ou por erro de raciocínio do palestrante. Isso se tornou motivo de muitas piadas interna e externamente, mundo afora. Tornou-se um quadro comum para o brasileiro, que a cada pronunciamento já esperava uma nova “arte” falada.

Vencido o mandato ou deposto por ferir procedimentos de responsabilidades, subiu ao “Trono”, um catedrático, com linguajar arcaico e postura de comandante. A Nação começou a acreditar que nem tudo estava perdido. Havia sim, um presidente brasileiro que falava português brasileiro. Que não tinha dificuldades com a pronúncia de algumas palavras ou que não se “enrolava todo” com a sintaxe das sentenças pronunciadas.

Acontece que de repente, de uma hora para outra, tudo isso acabou. O mesmo presidente com trejeitos de Presidente começou a falar coisas que demonstravam uma profunda dislexia, perdendo-se em pequenos detalhes de pronunciamento que demonstravam desconhecimento da história e de localização.

É possível estarmos começando a reviver o que ocorreu algum tempo atrás, onde expoentes políticos do País, em vez de nos representar culturalmente, demonstre total ignorância de realidade e de história?

#Disse
Carlos Leonardo ˄˅

Artigo base da análise
Esse já é o quarto deslize da Presidência da República relacionado à viagem internacional do peemedebista à Rússia e à Noruega
Fonte: Ig.com.br

Leia também os artigos correlacionados:

Para você, um “Convite à Prosa…
“Que está acontecendo com nosso Comando em Chefe?”

 

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: