Nós temos que mudar você, Brasil

Sim, as coisas como hoje se encontram, não podem continuar. Não tem por onde continuar. Mas o impasse maior que existe, está em nós mesmos. Somos condicionados desde muito criança a buscar obter vantagem em tudo o que for possível, para que possamos obter sucesso na vida. E isso se reflete diretamente à situação em que vivemos hoje. Nossos representantes políticos são sim responsáveis por este momento de desterro, mas se fôssemos nós, as coisas estariam diferentes? Pertencemos à mesma cepa educacional e moral.

Nós temos por obrigação mudar este País, nós temos por obrigação quebrar esta sequência de ineficácia administrativa, de roubalheiras e de vantagens em negociatas escusas. Precisamos filtrar melhor as informações que nos chegam, temos que criar meios de sabermos o que realmente acontece entre paredes nas salas de mandatários do País. Hoje recebemos informações distorcidas por mídias tendenciosas ou interessadas em que determinados acontecimentos vazem.

Temos que mudar nosso pensamento intrínseco de que estamos eternamente divididos entre patrões e empregados com um risco divisório que não pode ultrapassar. Cada lado dessa divisão vê o outro como inimigo, como adversário. Em instante algum paramos para pensar que um dependerá do outro para o resto da vida, não pode existir um, sem o outro, simplesmente são complementares e não inimigos.

Devemos urgentemente readquirir as noções de respeito e religiosidade entre nós. Essas talvez tenham sido as grandes perdas que tivemos tudo começou a se desestruturar quando deixamos de respeitar os direitos de nosso próximo e à parametrização das religiões.

Só quando ultrapassarmos estas etapas é que poderemos começar a mudar o tabuleiro do mandato, todo. Não vale a pena nos contentarmos em simplesmente mover as peças.

#Disse
Carlos Leonardo ˄˅

Para você, um “Convite à Prosa…
“Não acha que devemos mudar primeiro?”

 


 

 

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: