Poucos decidirão seu futuro…

Imposto Sindical
O modelo em debate prevê aprovação anual, pelos trabalhadores, do valor a ser pago na mesma ocasião em que empregados e patrões negociam reajuste anual de salário. A contribuição será paga por todos os empregados beneficiados pela negociação coletiva – inclusive os não sindicalizados. Na prática, torna a contribuição negocial obrigatória aos que tiverem reajuste anual de salário conforme o acertado na negociação coletiva liderada pelo sindicato. O funcionamento dessas assembleias está em discussão.

Dez por cento. Isso mesmo, por enquanto, prevalece proposta de que o quórum mínimo dessas reuniões poderá ser de apenas 10% dos trabalhadores representados. Agora veja a proporcionalidade dos trabalhadores que demandarão essas mudanças, segundo o IBGE, apenas 19,5% dos trabalhadores são ligados oficialmente a um sindicato. Portanto, a maioria dos empregados, 80,5% da força de trabalho, paga apenas o imposto sindical obrigatório.

É esse imposto que pode ser considerado um roubo formalizado, que deixará de existir a partir de novembro de 2.017. As grandes entidades que se dizem representativas classistas, União Geral dos Trabalhadores (UGT), Força Sindical, Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) estão em desespero. A maior fonte de renda usada para engordar bolsos de altos militantes e financiar transporte, uniforme, bandeiras e faixas para os seus guerreiros manifestantes, useiros e vezeiros em destruir propriedades alheias, patrimônios públicos, fazendo baderna dando prejuízos e impedindo o direito de ir e vir do cidadão de bem, do trabalhador honesto, está se esvaindo.

Por isso eles estudam a possibilidade elevarem a contribuição e ela será decidida pelos tais 10% dos menos de 20% dos trabalhadores brasileiros, que não querem ter contato com essas sanguessugas. Leia a íntegra da notícia no link abaixo, você vai se arrepiar de ver o que estão planejando.

#Disse
Carlos Leonardo ˄˅

 

Artigo base da análise
Centrais querem contribuição sindical maior do que imposto cobrado hoje
Fonte: Jovem Pan

Para você, um “Convite à Prosa…
“Você precisa saber o que estão planejando.”

 

Vamos comentar isso?

%d blogueiros gostam disto: