Sinceramente gostaria de descobrir quem é que aprecia paredes rabiscadas com desenhos pré-neolíticos, coloridos como se fosse festivais gays, sem definição de temas, muito menos de razão para tudo isso.Leia mais →